EPAGRI/CIRAM
EPAGRI CIRAM
Inverno
Início:21/06 Fim:22/09
inverno2.png

Previsão Climática - 3 meses

Agosto, Setembro e Outubro de 2017
Agosto mais seco com estiagem e queimadas em SC

Trimestre com temperatura mais elevada

Precipitação:

Agosto deve seguir o padrão seco observado no mês de julho, com períodos prolongados sem chuva, estiagem e queimadas frequentes em Santa Catarina. Em setembro e outubro, a previsão é de chuva mais frequente com aumento do volume de chuva.

Destaque: a incidência de temporais e granizo é menor em agosto e maior a partir de setembro, mas eventos extremos podem ocorrer em qualquer época do ano, por vezes com acumulados significativos de chuva em curto espaço de tempo, que resultam em alagamentos, deslizamentos, inundações e enxurradas. Epagri/Ciram recomenda permanente acompanhamento dos boletins informações disponibilizados no site.

Climatologia (o que se espera para época do ano):

        

Em agosto, o volume de chuva esperado para o mês fica em torno de 100 mm na maioria das regiões. Em setembro e outubro, inicia a época das chuvas de primavera, resultando em totais mensais de precipitação mais elevados. Em boa parte dos municípios catarinenses, a maior precipitação do trimestre ocorre em outubro, com totais acumulados de 210 a 280 mm no Oeste e Meio-Oeste, e de 140 a 180 mm do Planalto ao Litoral.

Também é a época de formação e deslocamento dos ciclones extratropicais no litoral Sul do Brasil, que trazem perigo para a navegação e a pesca em embarcações de pequeno e médio porte, devido aos ventos fortes e ao mar agitado, muitas vezes resultando em ressaca.

Temperatura:

A previsão é de temperatura próxima a acima da média climatológica em SC, no trimestre. Mesmo assim, em agosto ainda podem ocorrer incursões de massa de ar polar, com possibilidade de geada e até episódios de neve especialmente na serra. Em setembroofriocomeçaadiminuir gradativamente e em outubro já se espera períodos maisaquecidos.

Também são caraterísticas de inverno/primavera: veranicos e nevoeiros associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade.

TemperaturadaSuperfíciedoMar(TSM):

Em junho e julho, a TSM continuou próxima à média histórica em boa parte do Pacífico equatorial (Figuras 1 e 2), caracterizando neutralidade. Para o próximo trimestre (Agosto/Setembro/Outubro) a previsão é de neutralidade climática, ou seja sem a influência dos fenômenos La Niña ou El Niño.

ultima asst

Figura 1 - Anomalia da TSM nosoceanosAtlânticoePacifico,em junho de2017.


tsmglobo
Figura 2 - Anomalia da TSM nooceano Atlântico e Pacificoentre 16 e 22/07/2017.

Elaboraçãodoboletim:Gilsânia Cruz (Meteorologista)

Previsão do Fórum Climático: EPAGRI/CIRAM, IFSC e NSC.